Artigos

O papel da Operadora na estimativa da PEONA

A ideia deste texto é provocar uma reflexão nos gestores das Operadoras de planos de saúde que possuem nota técnica de PEONA, reforçando o entendimento de que o atuário e a Operadora compartilham a responsabilidade pela provisão. Desta forma me propus usar uma linguagem bastante simples e redefinir conceitos que já são muito ouvidos, mas talvez não plenamente compreendidos.
Veja Mais

Tabagismo

Por anos, o hábito de fumar era charmoso, com propagandas que reforçavam este conceito. Os efeitos negativos para a saúde não eram debatidos a não ser entre os médicos, após intensas campanhas contra o tabagismo, o número de fumantes no Brasil está reduzindo. E hoje habito de fumar é cultivado com certo constrangimento.
Veja Mais

Aplicativos ANS - visão usuário

​Com objetivo de aproximar o órgão regulador do público em geral e dar mais transparência ao trabalho desenvolvido pela ANS, a Agência promoveu, em dezembro, um desafio para os profissionais de desenvolvimento de soluções APP Móveis, denominado de Hackathon.
Veja Mais

Sobre o relatório de OPME’s da ANS

A ANS divulgou na última quinta-feira, dia 15/12/16, o relatório final do grupo de trabalho externo de OPME’s, realizado em parceria com a ANVISA.
Veja Mais

Uso consciente do Plano de Saúde

Nos últimos anos o Brasil vem passando por diversas crises de escassez de recursos, o mais conhecido em todo país foi a escassez da água e isso fez com que a população mudasse hábitos e cultura de utilização.
Veja Mais

Proposta de planos acessíveis

Com o advento da Lei 9656/98 ficou estabelecidos que as Operadoras devem oferecer planos de saúde com cobertura conforme estabelecido no rol mínimo e desde 2010 referido rol sofre atualização a cada 2 anos, com atualização de novos procedimentos. Isto trouxe para o mercado padronização e alguma rigidez.
Veja Mais

Evento FenaSaúde – 2º Fórum de Saúde Suplementar

A FenaSaúde – Federação Nacional de Saúde Suplementar, realizou semana passada nos dias 23 e 24 de novembro, no Rio de Janeiro, o 2º Fórum de Saúde Suplementar com o tema: Escolhas necessárias para o futuro. O evento teve a participação de 418 participantes e mais 1100 visualizações através da transmissão on-line.
Veja Mais

Parto Adequado

O Brasil é o campeão mundial em realização de cesarianas desnecessárias. A OMS – Organização Mundial de Saúde recomenda que o percentual máximo seja de 15% de partos cesáreos, no país este percentual é de 57% do total de partos.
Veja Mais

Valorização de procedimentos na Rede Própria e seus efeitos sobre a análise econômico-financeira dos contratos

Sobre os gastos das Operadoras com a rede própria, a ANS prevê no manual contábil (Resolução Normativa n.º 390) que evento é qualquer despesa que a operadora incorra para a prestação do atendimento referente à cobertura contratual do beneficiário do plano de saúde comercializado por ela.
Veja Mais

Inovar para encantar

Com a dificuldade de variação de rede credenciada para diferenciação de categoria de produtos, cobertura de serviços, área de abrangência, entre outros, algumas operadoras ficam uma verdadeira limitação de oferta de produtos.
Veja Mais

Proposta de mudança no Ressarcimento ao SUS

Com a troca do ministro da Saúde, muito tem se discutido sobre as cobranças do ressarcimento ao SUS. Figura polêmica, que defende planos mais populares com cobertura reduzida, ele também está trabalhando propostas para tornar mais ágil o processo de ressarcimento/cobranças das Operadoras de plano de saúde quando seus beneficiários são atendidos pela rede pública.
Veja Mais

Novembro Azul

Seguida da campanha do Outubro Rosa, onde é caracterizada a prevenção do câncer de mama, nos deparamos agora com o Novembro Azul, que tem como foco a prevenção do câncer de próstata.
Veja Mais

Trabalhar com cobertura adicional de remissão

A ANS permite a comercialização de serviços e coberturas adicionais não garantidos na regulamentação, desde que tais serviços façam parte do objeto social de uma operadora de plano de saúde que, segundo o artigo 34 da Lei 9656/98, deve estar voltado exclusivamente para a operação de planos privados de assistência à saúde.
Veja Mais

Novo negociador

Conforme podemos observar no último ACPS (Anuário de Custos de Planos de Saúde) realizado pela Strategy, cerca de 62% dos beneficiários da carteira das operadoras que avaliamos são de contratos coletivos e conforme previsto na legislação vigente, os reajustes desses contratos não são controlados pela ANS, que pressupõe que nesta modalidade de contrato o poder de negociação é mais equilibrado.
Veja Mais

O que muda com a alternativa de registro de ociosidade de Rede Própria?

A ANS desenvolveu uma nova estrutura para o plano de contas a ser adotado pelas Operadoras em 2016, previsto na Resolução Normativa n.º 390, e juntamente com a nova norma e seus anexos a Agência disponibilizou um material que denominou “Manual Contábil”, nos mesmos moldes do manual que havia disponibilizado juntamente com a Resolução Normativa n.º 314 que definiu o plano de contas que vigorou de 2013 a 2015.
Veja Mais

Envelhecimento populacional e gastos com saúde suplementar (artigo 3)

Dando continuidade à série de artigos sobre o envelhecimento populacional e os gastos com saúde suplementar, apresentamos a análise específica acerca da (in) suficiência de mensalidades.
Veja Mais

Envelhecimento populacional e gastos com Saúde Suplementar (artigo 2)

Dando continuidade ao artigo anterior, que pode ser acessado neste link, passamos a avaliar os aspectos mais relevantes sobre as despesas assistenciais nos planos de saúde em um contexto de envelhecimento populacional.
Veja Mais

Envelhecimento populacional e gastos com Saúde Suplementar (artigo1)

Nas últimas décadas o Brasil tem passado por uma transição demográfica, decorrente de alterações nos níveis de mortalidade e fecundidade, que tem como consequência o envelhecimento da população. Este contexto impacta no processo de criação de políticas públicas e privadas, tais como políticas de educação, saúde, mercado de trabalho e previdência.
Veja Mais

Impacto das reclamações dos beneficiários de plano de saúde

A Agência Nacional de Saúde divulgou, no começo do mês de agosto, a Nota Técnica com os resultados do primeiro ciclo de fiscalização com base na Resolução Normativa nº 388/15. Neste primeiro ciclo, dezessete Operadoras serão alvos da intervenção fiscalizatória: dez Operadoras com base no resultado do indicador e sete com base no número total de demanda recebida pela ANS.
Veja Mais

É possível alterar a coparticipação de um produto

Da publicação da Lei 9656 até hoje, as Operadoras registraram milhares de produtos e muitos deles permanecem com situação de ATIVOS na ANS. Cabe frequentemente questionar se manter essa variedade de produtos ativos é vantajosa? É realmente interessante, atende o departamento comercial?
Veja Mais

Inclusão da Taxa de Inscrição/Adesão na Nota Técnica

Em 2015 a cobrança da taxa de adesão/inscrição foi ponto de discussão no mercado de planos de saúde. Recentemente a legalidade da cobrança voltou a ser amplamente discutida em algumas operadoras. Como orientamos naquele ano, a cobrança em planos individuais/familiares é vedada, e por analogia, devido a multas que foram aplicadas pela ANS, recomendamos a extinção da taxa, independente do tipo de contratação.
Veja Mais