Planos de saúde são bem avaliados. De novo!

Já apontamos em diferentes publicações aqui no blog sobre a satisfação do brasileiro com seu plano de saúde. A notícia continua positiva: a pesquisa “Saúde no Brasil”, encomendada pela Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) ao Instituto DataPoder360, aponta que 56% dos entrevistados avaliam os planos como positivo ou regular. Apenas 18% avaliaram negativamente e 26% não responderam ou souberam opinar.

O novo levantamento vai ao encontro da pesquisa “Avaliação dos Planos de Saúde” que encomendamos ao Ibope no último ano. Dentre outros dados, aponta também o nível de satisfação, recomendação e importância dos planos de saúde para os brasileiros. A pesquisa mostra que, a cada 10 beneficiários de planos de saúde médico-hospitalar, 8 estão satisfeitos ou muito satisfeitos com o benefício. Em comparação à pesquisa anterior, realizada em 2015, o resultado apresenta um crescimento de 5 pontos porcentuais (p.p.).

Ainda que a metodologia do DataPoder360 seja diferente do Ibope, os novos dados reforçam a importância da saúde suplementar no sistema brasileiro de saúde e também traz outros dados sobre a assistência. Por exemplo, os hospitais lideram as críticas negativas com 39% de reprovação. Médicos e profissionais da saúde foram reprovados por 10% dos entrevistados e as farmácias por 9%.

O levantamento IESS/Ibope também detectou que o plano de saúde é altamente desejado pelos brasileiros que não contam com esse benefício: é o terceiro bem mais desejado pelos não beneficiários, atrás apenas de educação e casa própria. Importante lembrar que a pesquisa IESS/Ibope de 2017 apresentou um avanço de 5 pontos porcentuais (p.p.) na avaliação dos planos de saúde em relação à pesquisa anterior, realizada em 2015.

Segundo a pesquisa, o plano de saúde é o benefício mais valorizado pelos brasileiros que contam com este serviço. O levantamento destacou que o plano de saúde é um fator decisivo na hora de aceitar um emprego. Para 95% dos entrevistados, a oferta desse benefício é considerada “importante” (16%) ou “muito importante” (79%) para decidir entre um trabalho ou outro.

O levantamento do Ibope constatou, ainda, que 82% dos beneficiários de planos de saúde médico-hospitalares afirmam que recomendariam (“com certeza” ou “provavelmente”) para um amigo ou parente o plano que possuem, um crescimento de 3 p.p. ante à pesquisa anterior; e 87% declaram a intenção de (“com certeza” ou “provavelmente”) manter o plano atual, alta de 1 p.p. sobre os resultados de 2015.

A pesquisa “Saúde no Brasil” ainda traz outros dados sobre a percepção do brasileiro sobre o setor no país. Realizada pelo DataPoder360 por telefone no mês de outubro de 2017, com 4.133 moradores de 178 municípios brasileiros, possui margem de erro de 2,6 pontos porcentuais, para mais ou para menos.


Data da notícia: 09/01/2018

Fonte: Clique aqui e veja a notícia na integra